4- A lei do menor esforço

Na sequência dos vídeos desta série dedicada às Sete Leis do Sucesso, que tenho vindo a apresentar, trago-vos hoje a 4ª Lei: A Lei do Menor Esforço

 

Vê aqui o vídeo que fiz sobre o assunto:

 

A lei do menor esforço ( a partir de  As Sete Leis Espirituais do Sucesso, de Deepak Chopra)

“… gastamos a maior parte da nossa energia para preservarmos a nossa importância… se fôssemos capazes de perder alguma dessa importância, duas coisas extraordinárias aconteceriam. Primeiro, libertaríamos a nossa energia do esforço para mantermos a ideia ilusória da nossa grandeza, segundo, ganharíamos energia suficiente para… captar um relance da verdadeira grandeza do universo:” 

Don Juan, para Carlos Castaneda, em “The art of Dreaming”

 

229953_377117825697084_100787_n

 

 

Como aplicar a lei do menor esforço.

“Ponho em prática a lei do menor esforço, seguindo estes passos:

1- Terei de praticar a aceitação…

Hoje aceito pessoas, situações, circunstâncias e acontecimentos, tal como eles ocorrerem. Reconhecerei que este momento é aquilo que deveria ser, porque todo o universo é como deveria ser. Não lutarei contra todo o universo, lutando contra o momento presente. A minha aceitação é total e completa. Aceito as coisas como elas são no momento, não como eu gostaria que fossem.

2- Depois de ter aceitado as coisas como elas são…

… aceitarei a responsabilidade pela minha situação e por todas as ocorrências que me parecerem problemas. Sei que aceitar a responsabilidade significa não culpar ninguém, nem nada, pela minha situação (incluindo eu próprio/a). Também sei que em cada problema se encontra oculta uma oportunidade e o facto de me manter atento/a às oportunidades permite-me aceitar o momento que passa e torná-lo melhor.

3- Hoje o meu conhecimento refere-se ao distanciamento.

Renuncio à necessidade de defender os meus pontos de vista. Não sentirei necessidade de convencer nem de persuadir os outros a aceitarem os meus pontos de vista. Permanecerei aberto/a a todos os pontos de vista e não me prenderei com rigidez a nenhum deles.”

 

“A mente é como um paraquedas, só funciona quando aberta.”(Anônimo)

 

Desta forma, se nos mantivermos abertos,os nossos sonhos e desejos fluem com os desejos da natureza. Então podemos libertar as nossas intenções (…) e esperar pela altura própria para os nossos desejos se tornarem realidade. Podemos ter a certeza de que, quando chegar a altura própria, eles se manifestarão.

Espero que tenhas gostado deste artigo.

Podes deixar um comentário abaixo, se assim o desejares.

Ou clica no link abaixo e regista o teu email (se ainda não o tiveres feito…) para obteres mais informações…

E… Põe em prática a lei do menor esforço na tua vida 🙂

 

Também podes comprar AQUI o teu próprio blog e começar a escrever os teus próprios artigos e a trabalhar comigo e com esta equipa… 

 

kalatu-banner 728x90

.

 

Um abraço,…

Author: Isabel Negrao

Mãe de família, Artista plástica, Professora, Blogger, Terapeuta. Adoro o que faço . Foco: desenvolvimento pessoal, autoconsciência, vida plena e abundante. Meus pontos fortes: conteúdo, comunicação. Paixão: ajudar pessoas a resolver problemas. Segue-me ou torna-te meu amigo no Facebook. (Thank you for reading my posts! If you would like to connect, reach out to me on Facebook).

Valorizamos os teus comentários

%d bloggers like this: