Trabalho

Trabalho

“Álvaro trabalhava numa empresa. Funcionário sério, dedicado, cumpridor das suas obrigações e, por isso mesmo já com os seus 20 anos de casa. Um belo dia, ele vai ter com o dono da empresa para fazer uma reclamação:
— Patrão, tenho trabalhado durante estes 20 anos na sua empresa com toda a dedicação, só que me sinto um tanto injustiçado. O Juca, que está conosco há somente três anos, está a ganhar mais do que eu.
O patrão, fingindo não o ouvir, disse:

— Foi bom você vir aqui. Tenho um problema para resolver e você poderá fazê-lo. Hoje quero dar fruta como sobremesa ao nosso pessoal, após o almoço. Aqui na esquina há uma barraca. Vá até lá e verifique se eles têm ananás.

Álvaro, sem entender, saiu da sala e foi cumprir a missão.
Em cinco minutos estava de volta.
— E então Álvaro?
— Verifiquei como o senhor mandou. Na barraca tem ananás.

— E quanto custa?
— Isso não perguntei.
— E têm quantidade suficiente para atender a todos os funcionários?
— Também não perguntei isso.
— Há alguma outra fruta que possa substituir o ananás?

— Não sei…
— Muito bem Álvaro. Sente-se ali naquela cadeira e espere um pouco.
O patrão pegou no telefone e mandou chamar o Juca. Deu lhe a mesma orientação que dera ao Álvaro:
— Hoje quero dar fruta como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço.
Aqui na esquina há uma barraca. Vá até lá e verifique se eles têm ananás.
Em oito minutos, o Juca voltou.
— E então? — indagou o patrão.
— Eles têm ananás sim e em quantidade suficiente para todo nosso pessoal e se o senhor preferir, têm também laranjas, bananas, melão e pêras. O ananás custa 1,50 euros cada; as banana e as pêras 1,00 euro o quilo; o melão a 1,20 a unidade e as laranjas a 20,00 o cento, já descascadas.

Mas como eu disse que a compra seria em grande quantidade, eles farão umdesconto de 15%. Deixei reservado. Conforme o senhor decidir, volto lá e confirmo — explicou o Juca.
Agradecendo pelas informações, o patrão dispensou-o. Voltou-se para o Álvaro, que permaneceu sentado ao seu lado e perguntou-lhe:
— Álvaro, de que é que você estava mesmo a falar, quando entrou aqui?
— De nada patrão. Esqueça. Com sua licença. E o Álvaro deixou a sala…”

Penso que este texto dispensa comentários. 

Apenas demonstra que o trabalho verdadeiramente produtivo anda de mãos dadas com a criatividade, o empenho, a determinação, a boa auto estima e sobretudo, o prazer naquilo que se faz.

Foi isso que eu procurei para mim e não descansei enquanto não encontrei.

É um verdadeiro privilégio trabalhar naquilo que se gosta.

É ainda maior o privílégio quando se é bem remunerado por isso.

Mas se esse trabalho ainda puder ser realizado sem horários definidos, respeitando as características, circunstâncias, criatividade e ritmo de cada um, isso então é a realização!

Obtém rendimentos acima da média ao mesmo tempo que estudas e trabalhas pela Internet.

Oportunidade de aprender uma nova profissão.

Formação gratuita incluída.

Oferece a ti mesma/o esse Presente!

Clica na imagem abaixo para registares o teu email e receberes gratuitamente a minha newsletter com informações:

 

 

 

 

 

Author: Isabel Negrao

Mãe de família, Artista plástica, Professora, Blogger, Terapeuta. Adoro o que faço . Foco: desenvolvimento pessoal, autoconsciência, vida plena e abundante. Meus pontos fortes: conteúdo, comunicação. Paixão: ajudar pessoas a resolver problemas. Segue-me ou torna-te meu amigo no Facebook. (Thank you for reading my posts! If you would like to connect, reach out to me on Facebook).

Valorizamos os teus comentários

%d bloggers like this: