PERE UBU | ZDB | 4 DEZ

PERE UBU | ZDB | 4 DEZ

Quando passaram em 2000 pela Aula Magna, os Pere Ubu foram uma tempestade violenta e misteriosa.

O palco abanou, David Thomas dançou e gritou, revisitaram-se grandes canções (de “Heart of Darkness” a “Modern Dance”), o teclado (mesmo sem Allen Ravenstine) voltou a cobrir de ácido os restantes instrumentos.

Para quem assistiu foi uma lição fabulosa de rock, uma (muito necessária) interrupção nas narrativas que se contavam.

Para quem não sabe, naquele ano havia quem celebrasse, de sorriso franco o electro-clash e louvasse as virtudes dos revivalismos.

A sério, a sério.

Ora para contrariar semelhantes perdas de tempo, ali estava aquele concerto, com um repto sincero: ouçam, ouçam de perto, muito de perto, a banda que influenciou os DNA os, Hüsker Dü, os Pixies, os Pavement, os They Might Be Giants ou os Guided by Voices.

Foi uma cura.

Mas como chegou, a tempestade desapareceu levando com ela o corpo de Thomas e as memórias dos Pere Ubu.

Lisboa; Galeria Zé dos Bois; Concertos

 

 

 

Obtém rendimentos acima da média ao mesmo tempo que estudas e trabalhas pela Internet. Oportunidade de aprender uma nova profissão. Formação gratuita incluída. Mais informações regista AQUI o teu email: 

http://lml.isaguedes.com/comptd?ad=blog_pereubu

Author: Isabel Negrao

Mãe de família, Artista plástica, Professora, Blogger, Terapeuta. Adoro o que faço . Foco: desenvolvimento pessoal, autoconsciência, vida plena e abundante. Meus pontos fortes: conteúdo, comunicação. Paixão: ajudar pessoas a resolver problemas. Segue-me ou torna-te meu amigo no Facebook. (Thank you for reading my posts! If you would like to connect, reach out to me on Facebook).

Valorizamos os teus comentários

%d bloggers like this: